No cinema, Renata Diniz escreveu e dirigiu os seguintes curtas-metragens: O Véu de Amani, ganhador de prêmios como Kikito de melhor roteiro no Festival de Cinema de Gramado, Best Young Film Make no Los Angeles Brazilian Film Festival e melhor ficção no Festival de Roteiro Audiovisual (ROTA). Já o curta Requília recebeu premiações como melhor roteiro no Festival de Brasília (Mostra Brasília) e no Festival Guarnicê, além de melhor direção no San Diego International Kids Film Festival. O seu roteiro de longa-metragem autoral Rodante participou de laboratórios como BrLab Sebrae+, Dialab (ganhador do prêmio Paradiso Multiplica) e Prêmio Cora do Mercado SAPI (ganhador do prêmio Estímulo Paradiso). Além disso, o roteiro esteve na short-list do Berlinare Talents. Na TV, codirigiu a série As Crias de Dulcina, veiculada na TV Cultura. Foi roteirista de uma série original de drama da Amazon, além da iniciativa Narrativas Negras da Paramount/Viacom, chefiada por Marton Olympio. Participou de duas salas de roteiro para a Maurício de Sousa Produções, sendo uma delas vencedora do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro na categoria série de animação (Vamos Brincar). Participou do Colaboratório Netflix de Narrativas Negras e foi finalista no prêmio ABRA (Associação Brasileira de Autores Roteiristas), na categoria Prêmio Abraço – Excelência em Roteiro.

Filmografia

Filmes disponíveis na Cardume

O Véu de Amani

Requilia