TOP DOCUMENTÁRIOS

#Top5 – Saúde mental, prostituição, família entre vários outros assuntos que cercam o histórias maravilhosas contadas nestes documentários. Veja 5 recomendações da Cardume para você:

Por Ana Raquel Lelles

A vida é cheia de momentos poéticos que, com a tragédia e a beleza, formam cenas maravilhosas. A cada clique de um documentário, o espectador conhece uma pessoa com uma história encantadora e expande a própria visão de vida. Como já dizia o ator Keanu Reeves, “eu gosto de assistir a um bom documentário… apenas não quero que seja sobre minha vida“. 

Que tal seguir a ideia do ator? A Cardume separou 5 “bons documentários” para você!

5- Anderson

Em Conselheiro Lafaiete, o atleticano Anderson vive uma vida comum; bebe cerveja com seu irmão, torce para o Atlético Mineiro, é apaixonado pela musa do “galo”, vai para escola, tem suas obrigações de casa… Tudo para “comum”, mas Anderson é diferente. Mas, o mineiro não quer que sua história seja um drama. 

Com a direção de Rodrigo Meireles, o curta-metragem de 2017 conta a rotina de Anderson de uma forma divertida e inspiradora, sem drama. 

Veja:
https://cardume.tv.br/movie/anderson/

4-  Borderline: do céu ao inferno

Apesar da saúde mental estar sendo mais comentada na sociedade, ainda há preconceitos e estigmas, no Brasil, que cercam doenças mentais e a necessidade de um tratamento especializado com profissionais da saúde. Com a direção de Mayara Caroline, “Borderline: do céu ao inferno” conversa com psiquiatra, paciente e psicólogo sobre o Transtorno Borderline.

O filme, de 2019, retrata a importância de falar sobre saúde mental e o transtorno de forma educativa e interessante. Para quem se interessa pelo assunto, as imagens e a direção mostram a realidade do paciente e são uma verdadeira obra de arte.

Veja:
https://cardume.tv.br/movie/borderline-do-ceu-ao-inferno/

3-  As Últimas Putas de Paris

Antes de fechar as portas, o Hotel Paris, localizado na Praça Tiradentes do Rio de Janeiro, era um dos prostíbulos mais tradicionais da cidade. O curta-metragem de 2011 conversa com pessoas que frequentavam o local na última noite antes de fechar. 

O filme se destaca pela história forte e as imagens impactantes, porém maravilhosas, dos 36 cômodos do prédio de cinco andares, estilo neoclássico. A cada quarto, cada entrevistado, “As Últimas puta de Paris”, dirigido por Ana Paula Nogueira, narram histórias de prazer, amor, glamour e preconceito que marcaram a história do Rio de Janeiro.

Veja:
https://cardume.tv.br/movie/as-ultimas-putas-de-paris/

2- João Baptista

As aparências enganam e o curta-metragem “João Baptista”, de 2015, é a melhor representação deste conceito. O filme acompanha um dia da vida de João, um trabalhador brasileiro, aparentemente, comum. Porém, João marcou sua cidade, Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, de uma forma muito especial, que é narrada no curta.

Com a direção de Rodrigo Meireles, “João Baptista” se destaca pela trilha sonora e os cenários envolventes. Ótima dica para os fãs de “plost-twists”!

Veja: https://cardume.tv.br/movie/joao-batista/

1-  Eu não vou ao enterro de painho

Em uma mistura de mágoa, remorso e saudade, o curta-metragem “Eu não vou ao enterro de painho” relata a história de uma família que não conheceu a convivência paterna. Em um último domingo, filhos e netos se encontram com o pai para um registro de gerações. 

O curta dirigido por Leandro Lopes, em 2017, mostra os pensamentos de um filho após a morte do pai que era distante. A mistura de sentimentos e a conclusão: não vou ao enterro do meu pai.

Veja:
https://cardume.tv.br/movie/eu-nao-vou-ao-enterro-de-painho/

0